Cinco razões para visitar Quito

Quito à noite

Se você for ao Equador, provavelmente não irá ficar só na capital. Mas reserve alguns dias para conhecer essa cidade, que fica no meio dos Andes, a 2,8 mil metros acima do nível do mar. Com indicações da Ecuador Travel, apontamos cinco razões para visitar Quito.

Cidade no meio do mundo

Um no Hemisfério Norte, outro no Sul. Crédito: Quito Travel

Não há cidade no continente americano como Quito, localizada no centro do país e do mundo. É o ponto de entrada para 4 regiões imbatíveis: Andes, Amazônia, Galápagos e litoral. É uma metrópole a mais de 2.800 metros acima do nível do mar, o que a torna única e a segunda capital mais alta. E mais que isso, é a cidade em que você vive a experiência de estar em dois hemisférios ao mesmo tempo.

Visitar Quito é sentir o que significa o “centro do mundo”, ver a linha que divide o planeta no norte e no sul. Paralelamente, sentir a gravidade, se surpreender com as leis da física e o comportamento da água, dependendo do hemisfério em que você está.

Quito oferece montanhas e vulcões. E poucas cidades do mundo têm essa harmonia, essa mistura de cidade com a natureza.

Centro Histórico: joia histórica e arquitetônica

Praça no centro de Quito. Crédito: Quito Travel

Para visitar Quito, você deve começar no Centro Histórico. Esse é sem dúvida, o maior e mais bem preservado da América Latina, um impressionante Patrimônio Cultural da Humanidade, declarado pela Unesco em 1978.

O Centro Histórico de Quito é uma joia arquitetônica e, acima de tudo, cultural, que possui mais de 130 edifícios monumentais e 5.000 edifícios considerados ativos patrimoniais.

O Centro Histórico abriga vários locais com vocação religiosa: mosteiros, conventos, igrejas. Além disso, tem belas praças públicas e outros edifícios civis, administrativos e políticos. É o espaço onde tudo se reúne e onde tudo começa.

Razão para visitar: gastronomia quitenha

Culinária é uma das arações. Crédito: Quito Travel

Quito também é uma metrópole gastronômica e é saboreada através de seus pratos. A combinação de aromas, cores e texturas permite que você mergulhe em sua rica tradição culinária.

Mercados como San Francisco e Central oferecem comida típica: locro, seco de chivo, fritada e empanadas; águas com frutas frescas e exóticas. Você pode desfrutar de café de altitude, cacau e chocolates, além de doces à base de mel.

E se você é um amante de cerveja, sugerimos que você visite o convento de San Francisco de Quito, o local onde surgiu a mais antiga fábrica de cerveja da América. Esta metrópole tem uma rica tradição desta bebida e você pode visitar estabelecimentos que oferecem uma variedade de cervejas artesanais.

Chocó Andino, Reserva da Biosfera

Reserva de Pululahua, no Chocó Andino. Crédito: Quito Travel

Em meados de 2018, a Unesco declarou o Chocó Andino de Pichincha uma nova Reserva da Biosfera, a sétima no Equador. Com isso, se quer busca promover o cuidado e a conservação da biodiversidade, encontrando um equilíbrio, um ponto de encontro com as atividades humanas. O Chocó Andino possui mais de 280.000 hectares. E o Distrito Metropolitano de Quito é o lar de 83% da mega-diversidade.

Esse local e palco para admirar um santuário natural que integra a floresta úmida em que vive o famoso Urso-de-Óculos. Também possui um parque nacional: a Reserva Geobotânica de Pululahua, onde está localizado o único vulcão habitado no continente americano.

Assim, Quito é um espaço ideal para você praticar o turismo de natureza e contemplar o habitat natural de centenas de pássaros e anfíbios, além de dezenas de mamíferos e répteis.

Urso de óculos

O urso de óculos. Crédito: Quito Travel

Finalmente, na biodiversidade, a cidade de Quito e sua região metropolitana têm um animal emblemático: o urso de óculos.

Existem 8 espécies de ursos no mundo, uma vive aqui e é a única na América do Sul. O tipo, as cores e os traços de sua pelagem tornam o animal muito atraente. É considerado um símbolo das florestas úmidas da região. Além disso, é o guardião e protetor do ecossistema andino, extraordinariamente rico em flora e fauna. Se você é amante da natureza, tem que se aventurar nas estradas, trilhas de montanha e vulcões de Quito para conhecer a terra do urso-de-óculos.

Veja mais em https://quitotravel.ec/

Leia mais sobre turismo no Esquador: http://nuestraamerica.com.br/planeje-viagem-a-galapagos/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *